quarta-feira, 14 de junho de 2017

16 Maya Bay/Ko Phi Phi - Por que fui me meter nesse barco? Felicidade é dormir no barco! - Apertos contraditórios

Dia 14/05/2017 – Domingo

Já era hoje quando deitamos para dormir no post anterior, provavelmente. 

Aqui a gente realmente não tem noção dos dias, da hora, só do momento que estamos vivendo.

E o momento que eu estava vivendo era que após dormir algumas horas eu acordei com uma dor muito grande no rim transplantado, era vontade de ir no banheiro (eu sempre faço xixi antes de dormir).

Também me dei conta que alguém roncava demais, mas já acordada meu desespero era a dor.

Me dei conta também que era impossível eu ir no banheiro no andar de baixo na escuridão sem acordar todo o barco, pois, teria que pisar na cama de um monte de gente.

Aí céus, comecei a chorar...e a pensar: Por que fui me meter nesse barco? RS

Peguei o celular para ver a hora e já era umas 4 da manhã, e pensei o dia já vai nascer, mas não tinha como aguentar, meu jeito "MacGyver" de ser incorporou e comecei a pensar como resolver essa situação...rs...

Ir ao banheiro impossível...

Depois de chorar e de não estar aguentando mais...avistei minha canga.

E não tive dúvida, tirei a calça do pijama, baixei a calcinha, fiz um fraldão e fiz xixi na canga, depois peguei uma sacolinha plástica que tinha umas comidinhas, esvaziei, e coloquei a canga...rs...

Meu medo era ter mijado no colchonete e no saco de dormir, mas graças a Buda isso não aconteceu...rs...estava tudo sequinho...(eu jurooooo)

Mas não consegui fazer tudo que precisava, tanto que a canga nem ensopou...rs...e a dor continuava, mais leve, mas existente.

Nisso, o sol começou a nascer, e as pessoas no barco começaram a acordar.

Foto by Déa.


Eu me dei conta que o ronco vinha de um dos tripulantes do barco dormindo em cima da minha cabeça, com a cabeça dele para fora da rede. (Essa coisa preta na foto). 

Foto by Déa.

Quando a maioria já tinha acordado, fui para o banheiro e tinha uma filinha básica (acho que todo mundo sofreu como eu) e soube que a minha amiga Michele foi ao banheiro a noite....(por que não me chamou Mi? Rssss)...ela disse que engatinhou pelos colchonetes e que escolheu acordar o Sérgio, nosso amigo, que estava no corredor, do que um outro passageiro bem grandinho que estava no corredor do outro lado. (Sábia...rs)

Bom problema xixi resolvido (mãos lavada tá gente) era hora de colocar o biquíni de novo, e aí sem cortininha do amigo, foi tipo Big Brother, de baixo do saco de dormir, assim que terminei essa manobra eu tratei logo de juntar os saco de dormir de todo mundo....rs...
Vai que...rss 

Foto by Alguém?

(Dicas: se fizer esse passeio faça xixi antes de dormir, não coloque seu colchonete no lugar onde vai pisar em todo mundo, não beba muito liquido antes de dormir, principalmente um baldinho que te dão no luau, e coloque seu biquíni antes de todo mundo acordar).

Agora com a bexiga esvaziada, de biquíni colocado, só a fome me assombrava, e foi servido o café da manhã, e não me lembro direito do que foi servido, acho que comi pão com geleia de morango e chá.

Desembarcamos novamente em Maya Bay, com a maré alta, os corais cobertos, sem ver o Nemo, nem o tubarão branco, só muitos barquinhos que chegam cada vez mais cedo á praia, mas ainda tínhamos uma praia praticamente só para a gente.

Foto by Déa.


Ficamos alguns na água, outros na areia, curtindo e nos despedindo dA PRAIA.

Foto by Dione

Com meus amigos:


Foto by Déa.

Com minhas amigas Brazucas:

Foto by Déa.


Depois tiramos a famosa foto de todos os participantes juntos e se me perguntasse o que era a felicidade, eu responderia: Passar a noite no barco.



Depois, como sempre a galera voltou para o barco e eu fui no segundo e último barquinho, mas antes tiramos uma foto com as meninas que fizemos amizade e também com esse guia querido que não lembro o nome. E eu e a Van quaseeee viramos uma bailarina.


4 fotos acima tiradas pelos guias.


Depois paramos em Monckey Beach, a praia dos macacos, só que agora em outra extremidade da ilha, e o barquinho foi preparado para quem quisesse ir dar comida aos macacos.

Foto by Déa.
Eu dispensei, por que, sou meio cismada com essa coisa de animais, natureza, limpeza, baixa imunidade...rs

Alguns foram, outros pegaram os caiaques do barco, outros os snorkell, eu aproveitei para subir na parte mais alta do barco.


Fotos by Déa.

Depois fiquei curtindo o balé dos peixes com o pão que jogavam para eles no mar.
De lá pra cá, de acolá ! (meu vídeo)

video


A Vanusa desceu  para nadar com os peixes e tirei mais uma foto de secas e molhadas.

Foto by Déa.

A galera do barquinho voltou ...

Foto by Déa.

Todos esses pontinhos no mar são peixes e é uma das coisas mais lindas que vi.

E como tínhamos pouco tempo ali, resolvi dar meu último mergulho (ohhh como fiquei metida, pra quem nem sabe nadar), o moço apertou o colete pra mim, me fez sinal de ok, e eu desci para aproveitar meus últimos minutos.



Fotos acima by Déa

Foto by Marta

Foto by Marta.

E o barco voltou para o píer principal de Ko Phi Phi (pertinho de onde estávamos), nos despedimos da tripulação cheios de gratidão (com aquele comprimento das mãos em gratidão no peito) e alegria por não ter deixado os comentários que li me desanimarem e ter feito esse passeio que eu achei incrível e imperdível.

Foto by Marta.
De volta ao hotel, era hora de tomar banho, lavar a canga...rs...

Algumas pessoas ficaram descansando, dormiram, eu e a Dione, ficamos vendo nossa mensagens, arrumando as malas, e quando deu uma hora que a fome apertou, saímos para nosso "almojanta".

Foto by Déa.
A tarde já estava no fim, sentamos na beira da praia, nesse restaurante de um hotel...

Foto by Déa.

Foto by Déa.
E eu comi um sanduba de salmão, e uma saladinha "Caesar", tomei um suco e ficamos curtindo o dia se despedir. (Baths 400), na companhia de gatos que estavam doidos com o cheiro do salmão e da minha querida Dio.

Foto by Déa.


Fomos dar nossa última voltinha pelo centrinho, últimas comprinhas, era hora do adeus.

Comemos e dividimos finalmente essa panqueca thai de banana deliciosa (Baths 25 cada). 

Foto by Déa.

E voltamos para o hotel, onde no primeiro dia eu tirei exatamente uma foto do pessoal voltando para o hotel, no mesmo lugar... coincidências ...
Foto by Déa.


Encontramos a Bruna em uma cafeteria, entramos para dizer oi e estamos voltando para o hotel quando se junta a nós o Sérgio...

Foto by Bruna.

Com o coração apertado (melhor que a bexiga...rs) fui me despedindo dessa incrível aventura.

É preciso dizer que se você tiver mais tempo para outras ilhas nas praias da Tailândia, vale o deslocamento.

De 9 a 10 dias meu roteiro nessa parte da viagem ficaria assim:

1 dia de chegada em Ko Phi Phi
1 dia long beach
1 dia passeio de barco (todas as ilhas)
1 dia passeio de barco para Maya Bay (dormindo no barco).
1 dia volta e se recupera
1 dia deslocamento para outra ilha
1 dia reconhecimento
1 dia passeio de barco pelas ilhas perto de onde ficar
1 dia deslocamento para Pucket ou outra ilha com aeroporto e volta para Bangkok.

Se tiver esses dias em sua agenda vá até outra ilha (fiquei morrendo de vontade de conhecer Railay Beach), caso contrário é melhor ficar em um lugar só e curtir o lugar com tempo.

Sem dúvida tem muita coisa para se conhecer na Tailândia e se seu amor é a praia, venha só para a praia.

Se seu amor é as montanhas, vá para Chiang Mai.

Se seu amor é a cidade, o trânsito, a noite vá para Bangkok.

Nós mesclamos e foi um roteiro enxuto, corrido, só para ver o básico, mas que nos deu uma pitada bem bacana da Tailândia e dos templos do Camboja.

Claro que se pudesse ficaria mais dias em cada um dos lugares que visitei, mas fiquei satisfeita com nosso roteiro.

Alguns nomes dos restaurantes não foram anotados, mas não se preocupem, a ilha é bem servida de lugares para comer, baladinhas, e todo tipo de coisas para comprar, você encontra aqui, tudo que por ventura esqueça de colocar na mala.

Na ilha as coisas são um pouco mais caras, mas sempre tem lugares baratos também.

E com as malas prontas, o coração cheio de amor, estava chegando a hora de voltar á Bangkok.

O post anterior você encontra Aqui

E o dia seguinte Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário